Entrevista ao Arquiteto Nuno Ribeiro

As áreas da arquitetura e da decoração de interiores são dinâmicas e cíclicas. Este universo é influenciado pelo contexto cultural e social, conduzindo a diferentes técnicas e até a novos materiais desenvolvidos pela indústria. Em entrevista com Nuno Ribeiro, arquiteto, percebemos de que forma a atualidade se reflete na arquitetura e de que modo é que tem influência e condiciona a vida das pessoas.

 

Sonae Arauco: De que modo vê a arquitetura a interligar-se com os dias de hoje?

Nuno Ribeiro: Considero sobretudo que a azáfama quotidiana faz com que a busca pelo equilíbrio venha tomando conta da vida das pessoas.  A nossa envolvente tem influência no nosso estado de espírito e, portanto, esta necessidade de harmonia e ambientes calmos reflete-se consequentemente na arquitetura.

 

S.A.: E nesse sentido que tendências é que se destacam?

N.R.: Esperam-se espaços aconchegantes, marcados pelo estilo minimalista, com elementos naturais a seguir como tendência. Em 2018 a madeira tornou-se um dos elementos mais procurados . A conjugação do revivalismo, do modernismo e do minimalismo traduz as tendências em voga. No domínio da arquitetura, e também na decoração de interiores, o requinte das linhas clean e contemporâneas é aliado às referências retro do passado. A par deste movimento, a integração gradual da cor através de alguns apontamentos é considerada com especial atenção. Dada a sua capacidade de transmitir sentimentos e permitir experiências percetuais, a cor assume-se como um toque diferenciador, determinando a carga sensorial de um ambiente e espoletando emoções.

 

 

S.A.: Qual considera ser o papel da arquitetura na vida das pessoas e o contributo que a coleção Innovus pode dar nesse sentido?

N.R.: O espaço circundante consegue influenciar ambientes e estados de espírito. Portanto, enquanto arquiteto, conhecer o cliente é essencial para ter a sensibilidade de entrar na sua intimidade de modo a compreender plenamente as suas necessidades, ambições e expetativas. De facto, e igualmente como resposta a este desafio, a Sonae Arauco desenvolve soluções derivadas de madeira sustentáveis e renováveis que se adaptam inteiramente e melhoram a vida das pessoas. Para os nossos projetos, procuramos marcas versáteis que, à partida, sabemos que vão responder às nossas ideias. Com os produtos da coleção Innovus, conseguimos, por exemplo, soluções que recriam a madeira e até o betão, que são materiais mais dispendiosos na sua forma orgânica.

 

 

S.A.: Tendo então as tendências como referência, considera que a Sonae Arauco responde às exigências e especificidades do mercado?

N.R.: Sim, sem dúvida. A Sonae Arauco apresenta uma grande variedade de soluções e opções de escolha. De entre a oferta de produtos Sonae Arauco, os painéis Innovus Coloured MDF têm de ser destacados. Dão “pano para mangas”. Pela sua panóplia de opções em termos de cores e fácil transformação, são o parceiro ideal para a criação de conceitos novos e projetos disruptivos, conferindo ambientes acolhedores, calorosos e equilibrados. Destaco ainda os painéis que imitam a madeira, nos seus tons mais neutros e claros, como a gama Innovus Essence.

 

S.A.: Quais as características dos produtos Innovus que julga mais interessantes para os seus projetos?

 N.R.: Para além da sua variedade, qualidade e resistência, os produtos da Sonae Arauco são singulares precisamente pela sua capacidade de criar sensações. Os produtos atribuem ao espaço uma leitura visual única capaz de criar experiências sensoriais. Conforme já foi dito, alguns acabamentos aproximam-se dos seus materiais originais, como a madeira, por exemplo,  o que desperta sentimentos mais orgânicos através da visão e do tato.

 

S.A.: No desenvolvimento dos seus projetos, quais são as suas fontes de inspiração?

N.R.: Considero-me um romântico. Inspiro-me através de tudo o que me rodeia, através das minhas viagens e das minhas leituras. Os próprios espaços despertam-me emoções e isso vai influenciar os meus projetos.